Um ano de pandemia, o que aprendemos?

Um ano em que entramos em quarentena e pensávamos que seriam apenas duas semanas, no máximo, 3 meses. Estamos aprendendo diariamente entre muitas dificuldades e testes de força a seguir em frente e continuar vivendo. Segue sendo difícil, mas precisamos perseverar. Um ano de pandemia, o que aprendemos?

Não há problema em aceitar o cansaço de um casamento re-adiado.

COVID-19 tirou muito de nós – saúde, tempo, normalidade, segurança.  Acho que pode falar que não tem uma régua de valores e todos podem sentir o que precisam sentir sobre isso. É importante abrir espaço para a dor pela quebra da expectativa do casamento, porque, se eu não abrir espaço para isso agora, pode haver mais problemas no futuro. A vacina está aí e vamos sair dessa situação, temos que ter um pouco mais de paciência (dentro do possível)

Não ceda à positividade tóxica.

Positividade tóxica é uma falsa sensação de otimismo que pode ser prejudicial para você e seus relacionamentos. Um exemplo de positividade tóxica pode ser quando alguém diz: “seu casamento pode ser cancelado, mas pelo menos você está saudável”. Embora seja importante manter a perspectiva, também é importante reconhecer que essa situação é uma bosta. Posso ser grato por minha saúde e também sentir tristeza, descrença e até raiva por meu casamento – ao mesmo tempo.

Os casamentos significam algo para todos os envolvidos.

O casamento é sobre o casal e é também sobre as famílias dos dois. Muitas vezes os pais, investem emocionalmente, mentalmente e algumas vezes,  financeiramente no processo. Lembre-se de que o casamento está atendendo a um desejo ou necessidade de todos os envolvidos, não apenas você e seu parceiro.

Fale com alguém fora de seu círculo imediato.

. Falar com alguém fora de seu círculo de amigos e família mais próxima pode dar aquela luz, aquela racionalidade ou clareza sobre os sentimentos que você está tendo, as decisões que está tomando e até mesmo sua visão das circunstâncias como um todo.

Seja reflexive e vá devagar, mas continue.

 Nossas vidas foram interrompidas em seus caminhos, o que levou a uma oportunidade (ímpar) para fazer uma pausa e refletir…Mas temos que continuar planejando, sabe? Essa é a nossa esperança, determinação e força como humanos.  É por isso que, embora casamentos e festas possam ser adiados, o amor não pode. Vamos nos reunir novamente, vamos comemorar novamente e seremos mais fortes do que nunca. E será tudo lindo e cheio de amor!

Um ano de pandemia, o que aprendemos?

Casamento a dois é tão importante quanto casamentos maiores

Um ano de pandemia, o que aprendemos?

Como é a cerimônia de casamento dentro da umbanda?

Newer post

Post a comment

This error message is only visible to WordPress admins
Error: There is no connected account for the user 390095967.